Select Menu

Teste Teste Teste


Slider

Tecnologia do Blogger.

Teste Teste Teste

Travel

Performance

Cute

My Place

Esportes

Polícia

Vídeos

Ações serão realizadas até o dia 15 de outubro


A campanha contra hanseníase e verminoses vem sendo vivenciada em todo o Brasil. Em Garanhuns, no Agreste Meridional de Pernambuco, as ações começam na próxima quinta-feira (02) e seguem até o dia 15 deste mês. Todas as escolas públicas, municipais e estaduais, receberão a conscientização. Durante a campanha, os alunos de 5 a 14 anos de idade serão medicados, caso necessário. O objetivo é atender cerca de 15 mil crianças.

A primeira etapa da campanha será a visitação nas escolas, em reunião com os pais, apresentando os riscos das doenças, como elas atingem as crianças e como devem ser tratadas. A partir de então, o objetivo é identificar casos suspeitos de hanseníase através do “método de espelho”, que é a ficha de autoimagem. Os casos identificados, também de verminoses, serão encaminhados à rede básica de saúde para confirmação e posterior tratamento.

A coordenadora do Núcleo de Atenção Permanente, Danielle Chianca, fala sobre a necessidade da participação dos pais, nesse processo. “É muito importante que haja envolvimento dos pais ou responsáveis, gestores escolares, professores e profissionais de saúde, pois todos são responsáveis pelo sucesso de cada etapa desta campanha”, comentou. A campanha, no município, é uma realização da Secretaria de Saúde em parceria com a Secretaria de Educação e Esportes.

Texto: Ruthe Santana
- -

Alteração se dará por conta do processo eleitoral


A Secretaria de Agricultura e Abastecimento de Garanhuns informa que, em virtude da eleição, que acontece no próximo domingo (05), a feira livre localizada na rua Cecília Rodrigues, na comunidade Cohab I, será realizada um dia antes que o comum, no caso, no sábado (04). Já as feiras da Santa Terezinha, no bairro Magano, e da Cohab II, que normalmente funcionam aos domingos, serão canceladas a pedido dos próprios feirantes, que optaram por continuar trabalhando apenas no sábado, na feira da Central de Abastecimento (Ceaga).

Nota à imprensa: Cloves Teodorico
- -


Lajedo foi uma das 36 cidades do estado de Pernambuco que recebeu o cinema no interior. O projeto além de amostras de filmes, também oferece em 4 cidades o curso de stop motion, que é uma técnica de animação com fotografias de um mesmo objeto ou desenho inanimado. As amostras de curtas-metragens e longas foram entre os dias 26 e 28 de setembro. Entre os curtas tiveram Pimenta, os infantis A menina espantalho e Leonel pé de vento.

Cada noite era apresentado um filme. Entre eles: A Busca de Fernando Meirelles, A Era do Gelo 4 e a comédia Cine Holliúdy.

Foram superadas as expectativas de público para o município, com total de 2.200 pessoas, divididas em 400 na sexta, 700 no sábado e 1.100 no domingo. Com pipoca de graça oferecida pouco antes do filme começar, o projeto que viaja por todo o país através da iniciativa do Sesi, teve apoio da Prefeitura Municipal para incentivar a exposição cinematográfica na cidade favorecendo a qualidade profissional e pessoal através do contato com a arte.
- -


Que as palavras da Escritura estejam sempre em teus lábios, para que, meditando-as dia e noite, te esforces para realizar tudo aquilo que ensinam, e terá sentido e valor a tua vida (Js 1,8).

Oração do dia
Ó Deus, concedei ao vosso povo alimentar-se cada vez mais da vossa palavra e nela encontrar a fonte da vida. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

Leitura (Jó 3,1-3.11-17.20-23)
Leitura do livro de Jó.

3 1 Então Jó abriu a boca e amaldiçoou o dia de seu nascimento.
2 Jó falou nestes termos:
3 “Pereça o dia em que nasci e a noite em que foi dito: uma criança masculina foi concebida!
11 Por que não morri no seio materno, por que não pereci saindo de suas entranhas?
12 Por que dois joelhos para me acolherem, por que dois seios para me amamentarem?
13 Estaria agora deitado e em paz, dormiria e teria o repouso
14 com os reis, árbitros da terra, que constroem para si mausoléus;
15 com os príncipes que possuíam o ouro, e enchiam de dinheiro as suas casas.
16 Ou então, como o aborto escondido, eu não teria existido, como as crianças que não viram o dia.
17 Ali, os maus cessam os seus furores, ali, repousam os exaustos de forças,
20 Por que conceder a luz aos infelizes, e a vida àqueles cuja alma está desconsolada,
21 que esperam a morte, sem que ela venha, e a procuram mais ardentemente do que um tesouro,
22 que são felizes até ficarem transportados de alegria, quando encontrarem o sepulcro?
23 Ao homem cujo caminho é escondido e que Deus cerca de todos os lados?”
- Palavra do Senhor!
- Graças a Deus.

Salmo responsorial 87/88

Chegue a minha oração até a vossa presença.

A vós clamo, Senhor, sem cessar, todo o dia,
e de noite se eleva até vós meu gemido.
Chegue a minha oração até a vossa presença,
inclinai vosso ouvido a meu triste clamor!

Saturada de males se encontra a minha alma,
minha vida chegou junto às portas da morte.
Sou contado entre aqueles que descem à cova,
toda gente me vê como um caso perdido!

O meu leito já tenho no reino dos mortos,
como um homem caído que jaz no sepulcro,
de quem mesmo o Senhor se esqueceu para sempre
e excluiu por completo da sua atenção.

Ó Senhor, meu pusestes na cova mais funda,
nos locais tenebrosos da sobra da morte.
Sobre mim cai o peso do vosso furor,
vossas ondas enormes me cobrem, me afogam.

Aclamação do Evangelho

Aleluia, aleluia, aleluia.
Veio o Filho do Homem, a fim de servir e dar sua vida em regate por muito (Mc 10,45).

EVANGELHO (Lucas 9,51-56)

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

9 51 Aproximando-se o tempo em que Jesus devia ser arrebatado deste mundo, ele resolveu dirigir-se a Jerusalém.
52 Enviou diante de si mensageiros que, tendo partido, entraram em uma povoação dos samaritanos para lhe arranjar pousada.
53 Mas não o receberam, por ele dar mostras de que ia para Jerusalém.
54 Vendo isto, Tiago e João disseram: “Senhor, queres que mandemos que desça fogo do céu e os consuma?”
55 Jesus voltou-se e repreendeu-os severamente.
56 O Filho do Homem não veio para perder as vidas dos homens, mas para salvá-las. Foram então para outra povoação.
- Palavra da Salvação.
- Glória a Vós, Senhor!
-

Iniciativa pretende promover edital e fazer a articulação com o movimento hip hop na região


Será realizada, em Garanhuns, na próxima quinta-feira (02), uma oficina gratuita sobre o prêmio “Cultura Hip Hop 2014”. A capacitação, que acontece no auditório da Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (Aesga), das 18h às 21h, tem o intuito de promover a divulgação do edital do prêmio e fazer a articulação com o movimento hip hop na região. A iniciativa é uma realização da Fundação Nacional de Artes (Funarte), em parceria com a Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura (MinC).

De acordo com a Secretaria de Cultura de Garanhuns, para participar do momento, os interessados não precisam se inscrever previamente, bastam comparecer no auditório da Aesga no dia e horário da capacitação. “Produtores culturais e artistas de toda a região do Agreste Meridional podem participar. A oficina irá, também, instruir os participantes a produzirem os seus próprios projetos e a como se inscreverem no edital”, esclarece a secretária, Cirlene Leite.

Edital - As inscrições para o edital, que está disponível através do link http://www.funarte.gov.br/edital/edital-premio-cultura-hip-hop-2014/, estão abertas até o dia 9 de outubro. Podem ser inscritos projetos de todo o país, direcionados a composição, arranjos, shows, vídeos, discos, arquivos audiovisuais, sítios de internet, revistas, pesquisas, seminários, palestras e oficinas, entre outras ações.

Prêmio Cultura Hip Hop – A segunda edição do evento pretende divulgar e valorizar o segmento artístico além de contribuir para o desenvolvimento sociocultural do mesmo. Mais de 150 iniciativas culturais, inéditas, serão contempladas com premiações de R$ 14,3 mil a R$ 20 mil.

Texto: Samara Pontes
- -

O Centro de Atenção Psicossocial (Caps) das Flores, atualmente, possui cerca de 300 pacientes cadastrados


Foi comemorado, ontem (29), o aniversário do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) das Flores. A instituição completou sete anos de assistência em saúde mental à população de Garanhuns. A ocasião contou com uma palestra sobre a história do local, ministrada pelo coordenador municipal de Saúde Mental, Raimundo Pedrosa. A comemoração também trouxe depoimentos e apresentação de pessoas que utilizam o serviço. O encerramento contou com a participação de Flávio nos Teclados e Davi Menezes, incluindo, ainda, sorteio de brindes e coffe break.

O Caps das Flores foi criado para substituir as internações em hospitais psiquiátricos, e hoje é referência no tratamento de transtornos mentais, psicoses, neuroses graves e quadros severos e persistentes que necessitem de cuidado intenso, comunitário, personalizado e promotor de vida. Maria Auxiliadora, que é mãe de uma paciente, falou sobre sua experiência. “Minha filha era agressiva, porém depois que entrou no Caps se tornou outra pessoa, no comportamento e desenvolvimento. Só tenho elogios a falar quando me refiro ao Caps”, comentou, emocionada.

Moabe Bezerra, filha de outro paciente, afirma que seu pai ama a convivência no centro e vai espontaneamente. “A forma de tratamento no Caps é bom não só para ele, mas também para a gente”, disse. O Caps realiza o acompanhamento clínico e a inserção dos usuários pelo acesso ao trabalho, lazer, exercício dos direitos civis e fortalecimento dos laços familiares e comunitários. Associa atividades grupais com a medicação, sem precisar de internação, fazendo com que os pacientes possam ter uma vida social comum.

O Caps das Flores, vinculado à Secretaria de Saúde, que funciona na avenida Santa Rosa, nº 635, no bairro Heliópolis, possui uma equipe multidisciplinar, composta por psicólogos, técnicos de enfermagem, assistentes sociais, terapeutas educacionais, entre outros profissionais da área de saúde, que articulam atividades em grupo para o tratamento dos cerca de 300 pacientes cadastrados atualmente, dando suporte à saúde no município.

Texto e fotos: Ruthe Santana
- - -

Estão abertas as inscrições para as oficinas de literatura de cordel, de leitura imagética e de ilustração, que serão oferecidas às crianças durante o Festival de Literatura Infantil de Garanhuns (Filig), que acontece de nove a 12 de outubro. Todas as oficinas são gratuitas, mas há um critério de idade para se inscrever em cada uma delas.

A oficina de Literatura de Cordel, que vai trabalhar os versos rimados, é voltada para crianças de 10 a 12 anos, que já sabem ler e produzir textos. Os mais novos, a partir dos 6 anos, podem aprender a trabalhar técnicas de ilustração e desenho livre com o ilustrador recifense Braga Câmara. As crianças, acima dos 8 anos podem participar da Oficina de Leitura Imagética, para criar textos não verbais, a partir de técnicas como a colagem. As inscrições para as oficinas devem ser feitas no site http://filigfestival.com.br/.

Todas as oficinas serão realizadas, nos dias 10, 11 e 12 de outubro, no Sesc Garanhuns.

Veja a programação:

Sexta-feira (10/10)
Sábado (11/10)
Domingo (12/10)
Horário
Oficina de Literatura de Cordel para criança (Sheylla Feitosa, Garanhuns)
A oficina deve exercitar técnicas de redação de versos através de métrica, rima e forma. Para crianças de 10 a 12 anos.
Oficina de Leitura Imagética para criança (Luciana Vilaça, Garanhuns)
A oficina vai estimular a criação textual não verbal a partir de técnicas como a colagem. Para crianças acima dos 8 anos.
Oficina Brincando de Ilustrar (Braga Câmara, Recife)
A oficina vai trabalhar técnicas de ilustração e desenho livre. Para crianças a partir dos 6 anos.
9h às 11h30
Oficina Brincando de Ilustrar (Braga Câmara, Recife)
A oficina vai trabalhar técnicas de ilustração e desenho livre. Para crianças a partir dos 6 anos.
Oficina de Literatura de Cordel para criança (Sheylla Feitosa, Garanhuns)
A oficina deve exercitar técnicas de redação de versos através de métrica, rima e forma. Para crianças de 10 a 12 anos.
Oficina de Leitura Imagética para criança (Luciana Vilaça, Garanhuns)
A oficina vai estimular a criação textual não verbal a
partir de técnicas como a colagem. Para crianças acima dos 8 anos.
9h às 11h30

Texto: Giovana Mesquista
- - -