Eleições 2014 Primeiro Turno - Pesquisas ... | BomJardimPE.com

0

Nesta última hora do dia 04 de outubro inicio do dia 05 novas pesquisas tentam adivinhar o resultado das eleições neste primeiro turno de 2014

Eleições 2014 Primeiro Turno - Pesquisas ...

Os institutos Datafolha e Ibope divulgaram hoje, dia 4, as últimas pesquisas sobre a intenção de voto para o governo dos Estados da Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Ceará, e Paraná.
Para o Governo da Bahia, a pesquisa Ibope apontou os candidatos Paulo Souto (DEM) e Rui Costa (PT) empatados com 46% cada. Lídice da Mata (PSB) tem 5%, Da Luz (PRTB), Marcos Mendes (PSOL) e Renata Mallet (PSTU) têm 1% cada; no levantamento anterior, divulgado em 24 de setembro, Paulo Souto tinha 43% e Rui Costa, 27%. Na pesquisa divulgada em 10 de setembro, Paulo Souto tinha 46% e Rui Costa aparecia com 24%. No levantamento de agosto, Paulo Souto tinha 44% e Rui Costa, 15%; Numa simulação de segundo turno feita pelo Ibope, Paulo Souto e Rui Costa empatam em 39%; votos brancos e nulos, 11%, e indecisos, 11%.
Para o Governo de Minas Gerais, pesquisa Datafolha apontou para eleição em primeiro turno do candidato Fernando Pimentel (PT), com 54%; Pimenta da Veiga (PSDB) aparece em segundo, com 37%; Tarcísio Delgado (PSB) tem 4%, Fidélis (PSOL), 2%, Eduardo Ferreira (PSDC) Professor Túlio Lopes (PCB) têm 1% cada e Cleide Donária (PCO), 0%; se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, Fernando Pimentel tem 43% das intenções de voto, contra 30% de Pimenta da Veiga.
Para o governo de São Paulo, pesquisa Datafolha apontou para vitória em primeiro tuno do governador Geraldo Alckmin (PSDB), com 59%. Paulo Skaf (PMDB) tem 24% e Alexandre Padilha (PT), 13%. Gilberto Natalini (PV), Laércio Benko (PHS) e Gilberto Maringoni (PSOL) têm 1% cada. Raimundo Sena (PCO), Wagner Farias (PCB) e Walter Ciglioni (PRTB) têm 0.
Para o governo do Rio de Janeiro, pesquisa Datafolha mostrou o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) em primeiro, com 36%. Anthony Garotinho (PR) aparece em segundo, com 25% e Marcelo Crivella (PRB) em terceiro, com 22%; Lindberg Farias (PT) tem 10%, Tarcísio Motta (PSOL), 6%, Dayse Oliveira (PSTU), 1% e Ney Nunes (PCB), 0%.
Para o governo de Pernambuco, pesquisa Datafolha apontou para a eleição do candidato Paulo Câmara (PSB) em primeiro turno. Câmara tem 61% da preferência, contra 37% de Armando Monteiro (PTB). Zé Gomes (PSOL) tem 1%, Pantaleão (PCO), Miguel Anacleto (PCB) e Jair Pedro (PSTU) têm 0%.
Para o governo do Rio Grande do Sul, pesquisa Ibope apontou o governador Tarso Genro (PT) em primeiro, com 36%; os candidatos Ana Amélia Lemos (PP) e José Ivo Sartori (PMDB) aparecem empatados, com 29% cada; Vieira da Cunha (PDT) tem 4%, Roberto Robaina (PSOL), 1%, Estivalete (PRTB) e Humberto Carvalho (PCB) têm 0%
Para o governo do Distrito Federal, pesquisa Ibope mostrou Rodrigo Rollemberg (PSB) com 42% dos votos válidos. Pelo levantamento, ele iria para o segundo turno com Jofran Frejat (PR), que aparece com 29% da intenção de votos. O atual governador do DF e candidato à reeleição Agnelo Queiroz (PT) tem 22%. Luiz Pitman (PSDB) aparece com 4%, Toninho (PSOL) tem 2% e Perci Marrara, 1% dos votos válidos.
Para o governo do Ceará, a pesquisa Ibope apontou que Eunício Oliveira, candidato ao governo cearense pelo PMDB, tem 50% das intenções de votos válidos contra 44% do petista Camilo Santana, que é apoiado pelos irmãos Cid e Ciro Gomes (Pros). Eliane Novais (PSB) e Ailton Lopes (PSol) têm 3% cada. De acordo com a pesquisa, é possível que a disputa possa ser definida no segundo turno.
No Paraná, o governador Beto Richa, segundo pesquisa Datafolha em parceria com a RPCTV, afiliada da TV Globo, apareceu com 53% dos votos válidos. A simulação excluiu brancos, nulos e indecisos. O senador e ex-governador Roberto Requião (PMDB) tem 32%, e a senadora e ex-ministra Gleisi Hoffmann (PT), 13%. A pesquisa tem margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.
Apesar das chances de vencer em primeiro turno, Richa teria reduzido a vantagem que tinha até a virada do mês. Em comparação com a pesquisa anterior, realizada nos dias 1 e 2, a vantagem sobre Requião caiu de 25 para 21 pontos percentuais. Agora, somados, os concorrentes do tucano chegam a 47% dos votos.

Postar um comentário

 
Top