Mais um suspeito de assalto a agência bancária no AM é preso

Homem foi detido em cumprimento a mandado de prisão preventiva.
Segundo Polícia Civil, ele seria piloto de lancha usada em fuga.


Um homem de 48 anos foi preso, na manhã desta quinta-feira (18), suspeito de envolvimento no assalto a uma agência bancária do município de Boa Vista do Ramos - a 268 km de distância de Manaus. A prisão foi efetuada na própria cidade por volta das 9h, de acordo com a Polícia Civil.

A Polícia informou ainda que o suspeito seria o piloto da lancha que foi usada na fuga do grupo no assalto ocorrido no dia 28 de agosto. Ele teria levado os outros suspeitos, de lancha, até o município de Maués - a 257 km da capital amazonense.

O suspeito foi preso em via pública, quando retornava à cidade. A ação foi realizada em cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido no dia 12 de setembro, pelo juiz Antônio Itamar de Souza Gonzaga, da comarca de Boa Vista de Ramos. Ele responderá pelo crime de roubo majorado (Artigo 157 do Código Penal Brasileiro) e ficará preso na sede da 46ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) do município, onde aguardará julgamento.

Entenda o caso

No final de agosto, uma agência bancária foi assaltada no município de Boa Vista do Ramos, a 270km de Manaus. Segundo a polícia, um grupo rendeu as pessoas que estavam no local. Testemunhas afirmaram que os suspeitos teriam amarrado as mãos do gerente do banco e efetuado o assalto.

De acordo com o comandante do Comando de Policiamento do Interior (CPI), coronel Frota, cerca de R$ 100 mil foram roubados pelos suspeitos. Eles exibiram três armas, mas ninguém ficou ferido.

A denúncia à polícia foi feita logo após pessoas que estavam na agência ajudarem o gerente, que ainda foi encontrado no local amarrado. De acordo com testemunhas, os homens fugiram em uma lancha. Parte do grupo ainda está sendo procurada pela polícia.

A polícia ainda vai ouvir o depoimento do gerente do banco para obter mais informações sobre o crime. O coronel Frota afirmou que há possibilidades de os suspeitos estarem em uma região próxima à comunidade do Paraná da Eva, no município de Itacoatiara, próximo ao Rio Ariri. As buscas estão sendo feitas pela Companhia de Intendência de Maués, juntamente com o 10ª Batalhão de Parintins, e o 2º Batalhão de Itacoatiara.

Postagens mais visitadas deste blog

Mensagens para dia da Mulher - 8 de março